RESENHA: BATOM LÍQUIDO MATTE CHOCOLATE TRACTA

Esse batom é um escândalo! Quando bati o olho nele, logo pensei em uma maquiagem com pouco blush, um pouco de contorno, tons terrosos e ele! Eu aaacho que ele combina muito com pele negra, ele tem cara de batom pra negra sabe, aquela cor forte e marcante!IMG_3571

Esse é o meu primeiro batom líquido da Tracta, os em bala eu já conheço e são muito bons. Pra começar, a cor me chamou muita atenção, é um marrom bem fechado, que tem um fundo acinzentado, que pra mim é uma cor muito diferente, chama muito atenção, não precisa de mais nada na maquiagem, só ele basta! Claaaro que, com uma pele bem feita, porque quando o batom é escuro ele evidencia todas as imperfeições do rosto, as olheiras saltam, pra ficar com cara de morta é fácil.

IMG_3580

O batom tem um cheiro muito gostoso e ele tem uma textura muito cremosa e fininha, ele é pigmentado, mas por ele ser bem fininho se aplicar uma segunda camada pra arrumar alguma falha, ele acaba ficando grosso e deixa um acabamento meio estranho, então o meu conselho é aplicar de uma vez só sem pegar mais produto. Por ele ser bem pigmentado é fácil, o problema é só se errar o desenho da boca.

Eu não lembro quanto paguei nele, comprei na Alikka da taquara, mas vocês também encontram na Loja Virtual da Tracta por R$29,90 + frete.

Vocês gostam de batom escuro assim? Já usaram batons líquidos da Tracta?  Comentem aqui embaixo!

Então é isso, até breve!

cartao blog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.